Antigo "a-fuckup-to-society".


Confisses
A morte é um longo processo. Seu corpo é só a primeira parte de você que acaba. Significado: além disso, seus sonhos têm que morrer. E daí as suas expectativas. E a sua raiva por investir em uma vida aprendendo besteiras e amando pessoas e ganhando dinheiro, só pra perceber que toda essa porcaria se resume a nada. Sério, a morte do seu corpo físico é a parte fácil. Além disso, suas memórias devem morrer. E seu ego. Seu orgulho e vergonha e ambição e esperança, toda essa besteira de identidade pessoal pode levar séculos para expirar.
Chuck Palahniuk  (via quoteiros)
Amando.
Anonymous

E há melhor? .

3 days ago 0 notes · reblog
Santidade de escrever,
insanidade de escrever
equivalem-se. O sábio
equilibra-se no caos.
Drummond, “Retrato de Erasmo de Rotterdam”   (via velhostons)
3 days ago 0 notes · reblog
3 days ago 0 notes · reblog
3 days ago 0 notes · reblog
3 days ago 0 notes · reblog
3 days ago 0 notes · reblog
3 days ago 0 notes · reblog

floresinexatas:

O importante e bonito do mundo é isso: que as pessoas não estão sempre iguais, ainda não foram terminadas, mas que elas vão sempre mudando. Afinam e desafinam.

Guimarães Rosa.

floresinexatas:

O amor que tanto se proclama, dessa busca e espera infindável, “que chegue e será bem vindo, que será esperado” que some em alguns meses, que se sobrepõe na esquina por um outro qualquer, por essa falta, esse buraco no estômago, essa fome de se sentir amado, de se sentir querido, de se sentir seguro, quando amor é nada além da sensação de estar caindo e não saber onde se segurar.

- madame bovary

Você tem que ser o melhor. Medicina. Direito. Arquitetura. Porque você precisa ter um futuro. Dinheiro de sobra. Uma casa em um bairro planejado de alto padrão. Um carro que tenha a opção “férias em Marte ou quem sabe em Saturno ou Plutão (mas até mesmo Plutão está desempregado e sem perspectiva de vida)”. Ninguém vai chegar pra você e dizer: “Olha, faz o que tu quiseres. Estou contigo”. Seria atentado as regras dos bons costumes. Afinal, ninguém quer ser ninguém. E ninguém quer ser alguém apesar das contrariedades em que estará eternamente fadado. Por isso imagine que insano um mundo em que todos fazem o que querem porque gostam? Imagina que louco você chegar em casa hoje dizendo que quer fazer Ciências Sociais ou que quer fazer Música? Imagina a maior loucura se alguém te apoiasse? Eu vejo as pessoas fazendo aquele típico movimento com os dedos, sinônimo de autoridade, de quem já se deu bem na vida. Será que elas dormem bem a noite? Será que se elas pudessem voltar atrás elas teriam feito diferente? Será que os filhos delas vão se tornar copias idênticas do que elas são? Será que seremos todos assim, programados?
Kehl, Luisa. (via oxigenio-dapalavra)
Ninguém alguma vez escreveu ou pintou, esculpiu, modelou, construiu ou inventou senão para sair do inferno.
Antonin Artaud  (via oxigenio-dapalavra)

FS ©